"Me exaltei", diz Aloísio após pisão em comemoração

Envergonhado por ter machucado companheiro, atacante se desculpou publicamente e prometeu conversar novamente com Douglas

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Coube a Aloísio provocar possivelmente o maior momento de dor em Douglas na vitória sobre a Portuguesa. Por cruzar a bola para Rodrigo Caio marcar o primeiro gol da partida, o lateral sentiu o "carinho" do companheiro literalmente estampado em suas costas. Se não sofreu uma voadora do "Boi Bandido", acabou levando um pisão nas costas enquanto abraçava Rodrigo Caio. Envergonhado por ter machucado o companheiro, o atacante se desculpou publicamente e prometeu conversar novamente com ele - já havia feito ainda no intervalo. "Caraca! Hoje eu me exaltei. Ficou uma marca nas costas dele, machucou. Pedi desculpas para ele e vou pedir de novo", afirmou o atacante, que voltou a deixar sua marca ao aproveitar cruzamento de Ademilson e garantir o triunfo. Aloísio mais uma vez foi ovacionado pela torcida e agradeceu o carinho que tem recebido. "Quando eu a vi (a bola) passando, me joguei. Eu e o Ademilson fomos felizes. Não vou mudar nada. Óbvio que agradeço muito as pessoas que estão valorizando o meu trabalho, vou continuar trabalhando pelo que fizeram por mim", comemorou o atacante, que se igualou a Luis Fabiano como artilheiro do time na temporada, com 21 gols. Por sinal, o Boi Bandido deve voltar para o banco para dar lugar a Luis Fabiano na próxima quarta-feira, contra o Atlético Nacional. Muricy poupou o artilheiro para o duelo de sábado e já disse que é difícil colocá-los lado a lado. Em alta, Aloísio minimiza a possibilidade de ir para o banco. "O Muricy é bem inteligente e vai saber fazer a escolha certa para a partida. Se tiver de esperar mais uma vez, vou continuar trabalhando igual tenho feito até aqui", finalizou.

Leia tudo sobre: sao pauloaloisioexaltouserie abrasileiro