Goiás vence Botafogo e entra de vez na briga pelo G4

Eduardo Sasha, aos 42 minutos do segundo tempo, fez o gol que deu a vitória ao time esmeraldino

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Mesmo ressentindo a ausência de seu artilheiro Walter, o time do Goiás conseguiu parar a força do Botafogo. Além de vencer o time carioca por 1 a 0, neste domingo à tarde, no Serra Dourada (GO), a equipe esmeraldina somou a sexta vitória seguida, na 32.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado, que frustrou os planos botafoguenses de garantir a vice-liderança, permitiu ao Goiás colar no G4 e no sonho de voltar à Libertadores sete anos depois de disputá-la. Agora, o time goiano está em quinto, com 52 pontos um a menos que o Botafogo, provisoriamente o terceiro colocado. No primeiro tempo o Goiás enfrentou a situação incômoda de ser marcado pelo Botafogo. O time carioca assegurou a posse de bola, esvaziou o poder ofensivo do mandante que resumiu a ausência de Walter, seu artilheiro, em duas jogadas. Aos 23 minutos, Vitor bateu por cima do gol. Aos 30 minutos, Eduardo Sasha chutou de longe, Jefferson espalmou e mandou para escanteio. O Botafogo, apesar do domínio, tentou marcar aos 29 minutos com Rafael Marques que chutou para fora: "É preciso marcar bem e ter tranquilidade para finalizar", pediu Enderson Moreira no intervalo. "A temperatura e o calor influíram", avaliou Jefferson. "Mas vamos aproveitar o cansaço deles para matar o jogo". Na etapa final, o Goiás reagiu e prevaleceu a instrução de seu treinador. Empurrando o time alvinegro para seu campo de defesa, a equipe da casa mudou o trio de ataque, criou boas jogadas, falhou na finalização em 11 boas jogadas, e prevaleceu no apagar das luzes. Aos 42 minutos, Leo Bonatini driblou a zaga botafoguense e cruzou da esquerda para Eduardo Sasha, que subiu e marcou de cabeça, sem dar chance de defesa para Jefferson. SEMANA DECISIVA - Num momento de ascensão da equipe na competição após bater o Botafogo, o time do Goiás entra numa semana decisiva. Primeiro, porque poderá ser punido com perda de mando de campo pelo STJD, na próxima quinta-feira. Segundo, pelo duplo confronto com o Flamengo. Na quarta-feira, as duas equipes se enfrentam pela Copa do Brasil, valendo vaga na decisão. Depois, no sábado, às 21h, pelo Campeonato Brasileiro. O Botafogo volta jogar contra o Inter, domingo, no estádio do Centenário, em Caxias do Sul (RS). FICHA TÉCNICA GOIÁS 1 X 0 BOTAFOGO LOCAL - Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO). RENDA - R$ 230.205,00 PÚBLICO - 9.295 pagantes. ÁRBITRO - Sandro Meira Ricci (Fifa-PE). CARTÕES AMARELOS - Rodrigo, Amaral e Eduardo Sasha (Goiás). GOL - Eduardo Sasha, aos 42 minutos do segundo tempo. GOIÁS - Renan; Vitor, Rodrigo, Ernando e William Mateus; Amaral, David, Hugo (Thiago Mendes), Eduardo Sasha e Roni (Wellington Júnior); Júnior Viçosa (Leo Bonadini). Técnico - Enderson Moreira. BOTAFOGO - Jefferson; Edilson, Bolívar, André Bahia e Júlio César; Marcelo Mattos (Lucas Zen), Gabriel, Gegê (Hyuri), Clarence Seedorf (Lodeiro); Rafael Marques e Elias. Técnico: Oswaldo de Oliveira.

Leia tudo sobre: goiasvencebotafogog4brigavagalibertadoresbrasileiro