Éverton Ribeiro relembra gol que pode se tornar histórico

Meia foi o responsável pelo tento que deu a vitória ao Cruzeiro diante do Santos, neste domingo

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

Bernardo Salce/Textual
Everton Ribeiro saiu vencedor de seu 50º jogo pelo Cruzeiro
O gol que garantiu ao Cruzeiro a vitória contra o Santos, certamente, ficará marcado na memória do meia Èverton Ribeiro, principal jogador do time na temporada. Depois de marcar um tento histórico contra o Flamengo, agora foi a vez de mais um belo lance, que deixou o time muito perto do título brasileiro. "Quando driblei o primeiro, vi um clarão. Entrei na área e vi o Aranha no meio do gol. Passei por dois antes de chutar no canto", recorda o meia, que fica mais feliz com o gol do que com a forma como ele vem. "Pode ser até de bico, o importante é a bola entrar e os três pontos. Mas gols bonitos são melhores para ficar na memória", comenta. Questionado sobre o fato de fazer gol em um palco sagrado como a Vila Belmiro, o meia não escondeu a felicidade. "Por aqui jogaram craques como Pelé e Neymar, que fizeram muitas coisas boas. Fico feliz de também deixar minha marca. Espero que seja o gol do título. O mais importante é poder ajudar. Estamos perto, mas ainda não me sinto campeão. Temos que trabalhar para concretizar esse sonho", indica. Mesmo com o belo gol na Vila, Éverton Ribeiro fez questão de deixar claro que o tento contra o Flamengo, no Mineirão, pela Copa do Brasil, foi mais bonito do que o anotado diante de Aranha. "Foi um bonito gol, mas ainda fica atrás daquele", ressalta.