Corinthians sai na frente, mas cede empate no Barradão

O atacante Alexandre Pato, que vive uma situação delicada na equipe desde a eliminação na Copa do Brasil, teve uma chance de marcar, mas mandou na trave

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Em má fase, o Corinthians voltou a tropeçar no Campeonato Brasileiro. Neste domingo, no Barradão, em Salvador, a equipe do técnico Tite ficou apenas no empate em 1 a 1 com o Vitória, em jogo válido pela 32.ª rodada da competição. Alexandre Pato teve uma chance de marcar, mas mandou na trave. Com o resultado, a chance de classificação para a Libertadores do ano que vem fica cada vez mais remota. Fica pelo menos o consolo de que o ataque corintiano marcou gol pelo terceiro jogo seguido do Brasileirão, desta vez com Guilherme - Dinei, depois, igualou. Mas o segundo empate consecutivo deixa a equipe no 11.º lugar, com 42 pontos. A zona de rebaixamento está apenas seis pontos abaixo. Domingo, confronto direto contra a degola diante do Fluminense, em Araraquara. Já o Vitória, que briga diretamente por uma vaga na Libertadores caiu para o sétimo lugar, com 48 pontos. A equipe torce para que um dos times do G4 vença a Copa do Brasil, o que criaria o G5 do Brasileirão. No domingo que vem os baianos vão a Campinas pega a Ponte Preta. O JOGO - Com Alexandre Pato no banco e Renato Augusto jogando mais adiantado, como atacante aberto pela ponta, o Corinthians iniciou buscando o contra-ataque enquanto os donos da casa trabalhavam mais a bola. Logo no primeiro minuto, Romarinho arriscou de longe e mandou à esquerda. Encontrando a zaga alvinegra bem postada, o Vitória não entrava na área rival. O Corinthians, por sua vez, assustava quando chegava. Aos 14, Renato Augusto bateu e Wilson pegou. Paulo André tentou pelo alto, mas mandou para fora. Mas a melhor chance dos visitantes foi mesmo num lance todo ele protagonizado por jogadores do Vitória. Romarinho cruzou, Renato Cajá espanou e Marcelo salvou em cima da linha. Enquanto isso, a equipe baiana só assustou Walter em chutes de longe. Em uma delas o goleiro até bateu roupa, mas não havia ninguém para aproveitar o rebote e ele pegou em dois tempos. Os dois times voltaram sem alteração para a segunda etapa e o jogo parecia que continuaria absolutamente equilibrado, até que o Corinthians abriu o placar. Aos 7 minutos, Douglas cobrou escanteio, Romarinho teve espaço para cabecear, Wilson deu rebote, e Guilherme estava atento para fazer 1 a 0. Precisando de um resultado positivo para se manter firma na briga pelo G4, Ney Franco logo mudou o Vitória, colocando em campo Euller e William Henrique nos lugares de Cajá e Marcelo. Logo o Vitória chegou ao empate. Aos 15, Marquinhos tabelou com Juan, recebeu pela direita e cruzou certeiro para Dinei, livre no meio da área, bater de puxeta e fazer bonito gol. Tanto Marquinhos quanto Dinei têm passagem pelo Palmeiras, arquirrival alvinegro. Os dois gols fizeram o jogo ficar mais movimentado. Alexandre Pato entrou no lugar de Romarinho e participou pouco do jogo. Mesmo assim, o atacante teve a melhor chance de mudar o placar. De cabeça, mandou na trave. Ele ainda teve a chance do rebote, mas Wilson defendeu. Para sorte de Pato, o árbitro já havia anotado impedimento em outra chance perdido pelo atacante, que recebeu passe de Emerson com o gol aberto, bateu de voleio, e mandou por cima. FICHA TÉCNICA VITÓRIA 1 X 1 CORINTHIANS LOCAL - Estádio do Barradão, em Salvador (BA). RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis. ÁRBITRO - Jean Pierre Gonçalves Lima (RS). CARTÕES AMARELOS - Juan, Renato Santos, Douglas e Romarinho. GOL - Guilherme, aos 7, e Dinei, aos 15 minutos do segundo tempo. VITÓRIA - Wilson; Ayrton, Renato Santos, Luiz Gustavo e Juan (Tarracha); Marcelo (William Henrique), Cáceres, Renato Cajá (Euller) e Escudero; Marquinhos e Dinei. Técnico - Ney Franco. CORINTHIANS - Walter; Edenílson, Paulo André, Gil e Alessandro; Ralf, Guilherme e Douglas; Romarinho (Alexandre Pato), Renato Augusto (Danilo) e Emerson. Técnico - Tite.

Leia tudo sobre: corinthiansempatevitoriaserie abrasileiro