Um clássico do teatro em cena

iG Minas Gerais | Da redação |

Alexandre C. Mota/Aldeia
Atual montagem ressalta a solidão como tema central
Considerada uma das melhores peças brasileiras do século XX, “Fala Baixo Senão Eu Grito”, escrita em 1969, recebe uma nova montagem, a partir da próxima quinta (7), no Teatro Cidade, pela Cia. Arlecchino. Assinado pela dramaturga Leilah Assumpção, o texto narra a história de Mariazinha, uma solteirona solitária e tradicional, que vive afogada em lembranças do passado. Tudo muda quando um ladrão pula a janela da sua casa e os dois começam a conversar, revelando ao público as frustrações da protagonista. A nova montagem terá direção de Kalluh Araújo, que, à frente da companhia, já comandou as montagens de “A Mulher Sem Pecados” e “Toda Nudez Será Castigada”, as duas de Nelson Rodrigues. “Nelson é um escritor poderoso, visceral e eu quis preservar o literal do que ele escrevia”, conta Kalluh. “Quando cheguei ao ‘Fala Baixo’, percebi que os personagens tinham essa coisa rodriguiana das perversões íntimas e das frustrações humanas”, completa. Temas característicos da dramaturga, o papel da mulher na sociedade e sua vida de aparências são os pontos centrais da história. Kalluh, entretanto, diz que, para a nova montagem, preferiu abordar a questão da solidão. “Acho que é o link mais atual que a peça pode trazer. Nós estamos vivendo em um mundo em que as pessoas estão juntas e estão sozinhas, consomem para se sentir melhores”, avalia. “É algo premente da vida social hoje e minha maior dificuldade foi transportar esse tema atual para a plateia, trabalhando com uma peça tão aberta à interpretação”. Reconhecimento Clássico da dramaturgia, “Fala Baixo Senão Eu Grito” já foi extensamente premiado ao longo dos anos. Pouco depois do lançamento, recebeu o Prêmio Molière, considerado, até os anos 90, como o mais importante da área. O texto também foi laureado pela Associação Paulista de Críticos Teatrais, atual APCA. Em 2007, outra versão do texto ficou famosa, estrelada pelo global Eriberto Leão e Ana Beatriz Nogueira nos papéis principais. Fala Baixo Senão Eu Grito Teatro da Cidade (r. da Bahia, 1.341, 3273-1050). Quintas, sextas e sábados às 20h30, domingos às 19h. R$40 (inteira), R$15 (postos do Sinparc). Até 24 de novembro

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave