A voz da Massa

iG Minas Gerais |

Saudações alvinegras. A taça do Mundial de Clubes da FIFA, objeto maior do desejo atleticano, está em Belo Horizonte, neste fim de semana, exposta no Boulevard Shopping. Logo cedo, eu já corri lá e pude ver o quanto ela é linda. Mas quem não tem oportunidade de visitá-la, não se preocupe: logo ela estará exposta em definitivo na extensa sala de troféus na sede do Galo, pois nós iremos trazê-la para cá. O Galo está cada vez mais preparado para essa conquista, inclusive porque o nosso gênio da bola Ronaldinho Gaúcho está se recuperando surpreendentemente bem. Em um vídeo da internet, ele já aparece simulando uma situação de chutes, muito difíceis para o seu tipo de lesão e nos deixando cheios de otimismo. Um abraço ao meu amigo Guilherme, leitor assíduo deste espaço, e todo o pessoal da padaria Ping Pão, no Dona Clara, onde a maioria é “tudo Galo doido”. A voz Celeste O Cruzeiro estava na sua lista de favoritos ao titulo do Brasileiro de 2013? Para maioria, apenas lutaríamos por uma vaga na Libertadores, mas o time deu liga antes da hora e surpreendeu a todos, hoje, com uma vantagem cômoda de 12 pontos a frente do segundo colocado. Mas, nem por isso, pode relaxar e tem que encarar o jogo contra o Santos como se fosse o primeiro do campeonato. A vontade tem que ser a mesma. Jogador que ganha títulos é aquele que tem garra, que não relaxa, que leva a serio todos os jogos e respeita os adversários. O Santos não almeja mais nada no campeonato, mas jogando na sua casa é sempre um time respeitado. Para mim, em todos os jogos existem favoritos, mas no futebol, nem sempre ele vence. O melhor time do campeonato é favorito contra o Santos: se os dois time apresentarem o seu melhor futebol, o Cruzeiro vence. Avacoelhada A vitória sobre o Asa por 1 a 0 não convenceu, mas acabou com a síndrome de não vencer no Independência. Apesar do maior volume de jogo, faltou criatividade para transformar a posse de bola em chances de gols. Depois da saída do Alessandro, único atacante de ofício, e a substituição do Bady pelo Marcelo Rosa, volante no lugar do meia-de-ligação, a produtividade, que já era baixa, diminuiu. Com três volantes contra o lanterna da competição, o adversário cresceu no jogo e criou situações perigosas, evitadas pelo Matheus. A movimentação do Elvis aumentou. Ainda assim, o meia precisa ser mais agudo. Embora não tenha sido em números elevados, Danilo se destacou pelos passes e finalizações certas, posse de bola e o gol marcado. Aliás, com a ausência do Leandro Silva, Danilo é o jogador americano que mais acertou passes na Série B.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave