Homem é executado com sete tiros por suspeito de bicicleta

A vítima, Eduardo Santos, de 26 anos, teria sido morta minutos depois de sair de casa dizendo para a tia que iria comprar cigarros

iG Minas Gerais | Lisley Alvarenga |

Moisés Silva
Dois dos sete tiros atingiram a cabeça da vítima
Um homem de 26 anos foi executado com sete tiros minutos depois de sair de casa dizendo que iria comprar cigarros. O crime ocorreu na noite de anteontem, no bairro Jardim Alterosas, em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte. Segundo a Polícia Militar, Eduardo Santos, conhecido na região como Paulista, foi abordado na avenida Miosotis, a 200 metros da rua onde morava de favor, por uma pessoa de bicicleta. “O suspeito efetuou os disparos e fugido logo em seguida. Dois tiros acertaram a cabeça da vítima e o restante dos disparos atingiram o ombro, a virilha, as costas e a mão esquerda do rapaz, que não resistiu aos ferimentos e morreu na hora”, contaram. Ainda conforme a PM, familiares teriam contado à polícia que ele era de São Paulo e que fazia apenas seis meses que ele estava em Betim. “Eles ainda disseram que a vítima era usuária de drogas, porém, ainda não podemos afirmar que o crime tenha ligação com o tráfico de drogas. Verificamos que ele tem passagem na polícia, mas ainda temos que apurar o motivo”, disseram os policiais. Já uma tia de Eduardo contou que ele era uma rapaz tranquilo e que, inclusive, tinha acabado de encontrar um emprego. “Ele ia começar a trabalhar nessa semana. Minha irmã e ele estavam morando na minha casa, mas já haviam encontrado um barracão alugado para mudar. O Eduardo era um rapaz trabalhador. Desde que veio para cá, estava sempre fazendo bicos de ajudante de pedreiro. O único problema é que, ultimamente, ele estava saindo de casa demais e voltando muito tarde”, revelou a tia. A polícia ainda não tem pistas de quem possa ter cometido o homicídio. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave