Música abriu caminho para a arte cênica

iG Minas Gerais |

Além de ator, Rodrigo Andrade também é cantor. A profissão na música veio primeiro e foi ela que o direcionou à TV. “Quando cantava, recebia muitos convites para ser modelo. Um dia, resolvi conversar com o dono de uma agência e fiz algumas campanhas publicitárias”, lembra.   Depois, resolveu fazer teatro para melhorar sua performance nos palcos e percebeu que tinha outros caminhos profissionais. Hoje, concilia as gravações com a preparação de seu próximo disco. O fato de estar em uma trama no horário nobre abriu espaço para que o público conhecesse sua outra vertente. “É muito gratificante chegar em uma cidade e ver as pessoas cantando minha música”. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave