Com a cara e a coragem

Juliana Schalch não se intimida com personagens polêmicos na televisão e se prepara para mais um

iG Minas Gerais | anna bittencourt poptevê |

Luiza Dantas/CZN
Ajuda. Juliana conta que seu estudo em psicologia a ajudam a construir seus personagens
Juliana Schalch é uma mulher que gosta do inesperado. A leveza do olhar da atriz engana quem pensa que ela pode ser frágil. Prova disso são os papéis controversos e polêmicos que tem desempenhado na TV. No ar como a prostituta de luxo Luna, em “O Negócio”, no canal pago HBO, a atriz gravou recentemente sua participação em “A Teia”, próxima série da Globo que ainda não tem data de lançamento confirmada. Para interpretar ambas as personagens, Juliana contou com a ajuda do preparador de elenco Sergio Penna. “A maneira como ele faz a leitura do personagem me ajuda muito. Nós temos a mesma linha de raciocínio, entramos em um canal de conversa que fica tudo alinhado”.   Em “A Teia”, trama policial escrita por Bráulio Mantovani e Carolina Kotscho, a atriz interpreta Suzane, uma contraventora da quadrilha de Baroni, de Paulinho Vilhena. “É o trabalho mais denso da minha carreira. Tem uma carga dramática muito forte”, valoriza. Além de ocupar um alto posto no mundo do crime, Suzane é uma usuária de drogas que mantém um relacionamento lésbico com a personagem da atriz Inês Peixoto. Além da ajuda de Penna, Juliana buscou outras formas de se conectar ao papel. “Fui em uma clínica de dependentes químicos conversar com psicólogos e ver como poderia desenhar a Suzane. Até para saber com que tipo de drogas ela estará envolvida porque isso não vai ser muito claro na série”, adianta. Para a atriz, existe uma grande importância em abordar temas como sexualidade e uso de drogas. “É muito bom que a TV aberta esteja abrindo espaço para discussões mais fortes”. A opção de procurar o lado psicológico para construir Suzane não é à toa. Antes de enveredar para o lado das artes, Juliana cursou três anos de psicologia. “A psicologia está sempre permeando meu estudo”, explica.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave