Itália abre 2 a 0 sobre a Rússia na final da Fed Cup

Atletas da Azzurra só precisam de mais uma vitória para vencer série de melhor-de-cinco

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Grande favorita ao título, a Itália abriu boa vantagem na decisão da Fed Cup contra a Rússia, neste sábado. Jogando em casa, no saibro de Cagliari, as italianas venceram as duas partidas do dia e só precisam de mais um triunfo na série melhor-de-cinco para ficar com o quarto título na competição. Roberta Vinci foi a primeira anfitriã a entrar em quadra. Com mais dificuldade que o esperado, a tenista número 13 do mundo superou Alexandra Panova, atual 136ª do ranking, por 2 sets a 1, com parciais de 5/7, 7/5 e 8/6. Vinci precisou salvar quatro match points para fechar a partida em 3h13min. Na sequência, a Top 10 Sara Errani bateu Irina Khromacheva, 236ª da lista da WTA, por 6/1 e 6/4. Errani é a principal tenista da Itália no momento. Atual número 7 do mundo, chegou a disputar o Masters da WTA, em Istambul, na semana passada. A Rússia, por sua vez, entrou na decisão sem suas principais tenistas. A equipe não pôde contar com suas seis melhores esportistas, que estão dentro do Top 30. O maior desfalque foi Maria Sharapova, atual número três. Por problemas físicos, ela perdeu os últimos torneios da temporada. Contando com tenistas de pouca experiência internacional, a Rússia deve ser alvo fácil das italianas neste domingo, quando serão disputadas duas partidas de simples, com confrontos invertidos em relação aos jogos deste sábado, e um jogo de duplas. Potência do tênis mundial, a Rússia disputa sua sexta final em 10 anos.

Leia tudo sobre: itáliarússiatênisfed cupvitóriatitulosaibro