Mercedes admite falha em carro de Lewis Hamilton

Piloto inglês rodou na pista, e montadora garantiu que corrigirá os problemas até a corrida

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Reprodução/Site oficial
undefined
A Mercedes admitiu ao fim do treino classificatório de Abu Dabi, neste sábado, que uma falha na traseira do carro foi a responsável pela rodada de Lewis Hamilton nos segundos finais da sessão que definiu o grid de largada nos Emirados Árabes Unidos. A equipe não deu detalhes sobre o problema técnico, mas garantiu que fará os ajustes necessários até a corrida deste domingo. Antes do anúncio da Mercedes, Hamilton já havia atribuído sua rodada na pista a uma falha do carro. "Alguma coisa aconteceu no lado direito do carro. Eu estava entrando na chicane e me perdi. Eu tentei seguir, mas não pude me mover", avaliou o piloto inglês, que largará da quarta colocação neste domingo. Para o inglês, o erro pode ter custado um lugar na primeira fila. "Eu estava fazendo uma grande volta e poderia ter sido suficiente para nos levar à primeira fila porque eu estava quatro décimos à frente no primeiro trecho, mas estas coisas acontecem", lamentou Hamilton. "Neste circuito, é muito difícil fazer ultrapassagens, então largar na frente significa muito". Ao rodar em sua segunda volta no Q3 do treino, o piloto perdeu a chance também de superar o companheiro Nico Rosberg. O alemão se mostrou feliz ao garantir o terceiro posto, que considerou o "melhor posto entre os outros", em referência à superioridade da Red Bull. "Minha última volta no Q3 não foi das melhores, mas não teria muito espaço para melhorá-la. Mark [Webber] e Sebastian [Vettel] estavam simplesmente rápidos demais. Mas estou confiante de que poderemos fazer uma boa corrida amanhã".

Leia tudo sobre: f1mercedeserrolewis hamiltonrodadacarroabu dabiemirados árabes