Convocado, Robinho fica no banco e Milan perde outra

Na quarta partida seguida sem vitórias do rubro-negro italiano, Kaká foi o titular

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Facebook/Reprodução
Kaká não conseguiu balançar as redes adversárias nem impedir a derrota milanesa
Convocado pelo técnico Luiz Felipe Scolari para voltar à seleção brasileira após dois anos de ausência, Robinho mais uma vez ficou no banco de reservas do Milan para Kaká ser titular. E novamente o time milanês jogou mal, derrotado por 2 a 0 pela Fiorentina em pleno San Siro, pela 11ª rodada do Campeonato Italiano. Em má fase, o Milan chegou à sua quarta partida sem vencer na temporada e botou ainda mais pressão sobre o técnico Maximiliano Allegri, que balança perigosamente no cargo. Não à toa, uma vez que a equipe rubro-negra é apenas a 10ª colocada, com 12 pontos já a 16 da Juventus, terceira colocada e último time que atualmente teria vaga na próxima edição da Liga dos Campeões. Neste sábado, a Fiorentina saiu na frente num gol de falta de Vargas, que bateu rasteiro, mal, mas viu a bola desviar na barreira e enganar o goleiro brasileiro Gabriel. Depois, na segunda etapa, Borja Valero ampliou aproveitando um rebote na área. Com a vitória, o time de Florença foi ao quarto lugar, com 21 pontos. Perseguição. Brigando pela liderança, o Napoli fez mais uma vítima neste sábado. Em casa, bateu o Catania por 2 a 1 e conheceu sua nona vitória em 11 rodadas do Italiano. Assim, chegou aos 28 pontos, em segunda. A Roma, com 30, lidera. O time da capital, de campanha perfeita, tem um jogo a menos e, no domingo, visita o Torino. No San Paolo, o Napoli saiu na frente com José Callejón, aos 15 minutos. Pouco depois, Hamsík recebeu de Insigne, bateu no ângulo, e fez belo gol. Já o Catania descontou em boa troca de passes, com Castro, ainda no primeiro tempo.

Leia tudo sobre: milanitáliarobinhokakácampeonato italianofiorentinasan siro