Pesquisas são bastante complicadas

iG Minas Gerais |

Mystic. Não é fácil estudar baleias grandes. Elas passam tanto tempo no mar e debaixo d’água que é difícil fazer uma observação básica. A maioria das espécies não conseguiu se recuperar plenamente de séculos de caça às baleias, e os cientistas suspeitam que elas estejam estressadas por conta de problemas causados por humanos, como a poluição e o excesso de pesca de algumas de suas presas. O teste do sopro, juntamente com novas técnicas de análise de pele e biópsias da gordura, assim como o exame de fezes e as fotografias, devem ajudar a identificar os culpados, de acordo com um artigo publicado no “Conservation Physiology”. Ari Friedlaender, ecologista especializado em mamíferos marinhos da Universidade Duke, elogia a nova linha de pesquisa. “Eles abriram a porta para que esse trabalho seja feito em muitos lugares diferentes e em muitas populações diferentes”. (RK/NYT)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave