USP faz promessa de novo estatuto

iG Minas Gerais |

A Universidade de São Paulo (USP) vai refazer o estatuto da instituição na primeira quinzena de maio de 2014, com a ajuda da comunidade acadêmica – alunos, professores e funcionários. É o que determina uma nova proposta de negociação apresentada pela reitoria da universidade aos grevistas. Com o novo estatuto, serão redefinidas as regras da USP e até a forma de governo, se por reitoria ou governo tripartite, além da forma como se elegem os governantes – por eleições diretas ou indiretas. O estatuto da universidade é de 1988, mas alguns itens que nele constam são de 1972, época da ditadura. Uma das normas permitiu a expulsão de seis alunos da universidade pela ocupação de salas da Coordenadoria de Assistência Social (Coseas) em 2010. “Esse estatuto deverá ser criado de forma democrática, com todos”, afirmou a diretora do DCE e estudante de Letras, Luisa D’ àvola, de 25 anos. A universidade se comprometeu ainda a transformar outros dois prédios, chamados de “K” e “L”, em moradia estudantil. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave