Sada Cruzeiro bate Canoas e se isola na liderança da Superliga

Equipe teve algumas dificuldades no começo da partida, mas logo se acertou e mostrou porque é o atual campeão do mundo ao vencer por 3 sets a 0

iG Minas Gerais | DÉBORA FERREIRA |

Na primeira partida após o Mundial, o Sada mostrou que a ressaca e as comemorações do título internacional acabaram mesmo. O time sofreu um pouco no começo, mas conseguiu manter a concentração e vencer com folga o gaúcho Canoas, no Ginásio do Riacho por 3 sets a 0. As parciais foram de 26/24, 21/18 e 21/15. Logo nos pontos iniciais da partida, ficou claro que seria um jogo muito disputado e decidido em detalhes. O Canoas usava seu forte poder de bloqueio para cima do Sada, enquanto o time da casa encontrava espaços pra atacar pelas laterais e explorar o bloqueio gaúcho. Outro fundamento que decidiu o primeiro set foi o saque. Apesar de as duas equipes terem começado bem, e pontuando aces, perderam o ritmo e passaram a somar pontos para o adversário. Ainda tentando se encontrar em quadra, o Sada conseguiu reverter a desvantagem e fechou o primeiro set. Se a primeira parte do jogo foi disputada, a segunda não deixou a desejar. Desta vez, o time estrelado saiu na frente e utilizou ainda mais seus opostos. Foi a vez do clube do interior gaúcho tentar tirar vantagem de erros do bloqueio do Sada, que funcionou bem melhor nesta parte. Para apimentar a partida, quando o jogo estava empatado em 9 a 9, o juiz marcou toque do bloqueio cruzeirense em um ataque do Canoas, e causou a revolta da torcida. Em quadra, a reclamação dos jogadores foi tão grande que o árbitro chegou a dar um cartão vermelho ao ponteiro Leal, maior pontuador do Sada, e logo em seguida, punir também o Salsa, dos visitantes, com um amarelo. No terceiro e último set, o time da casa provou superioridade e teve menos trabalho. O time passou a acertar bem e encontrar espaços no alto bloqueio adversário, especialmente com Leal e o oposto Wallace. Já o Canoas demonstrou sinais de desgaste e sofreu com erros bobos, que garantiram a vitória celeste.

Leia tudo sobre: sada cruzeirosuperligavitóriaconquistasuperliga masculina