Técnico do Milan rebate Seedorf, mas minimiza críticas

Meia holandês afirmou que deixou o time rossonero por não ter uma boa relação com Allegri

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

REPRODUÇÃO/BOTAFOGO
Imprensa italiana afirma que o jogador do Botafogo vai substituir Allegri como técnico do Milan
O técnico Massimiliano Allegri evitou entrar em polêmica, nesta sexta-feira, em resposta às declarações dadas pelo holandês Clarence Seedorf, na véspera. Em entrevista ao SporTV, o jogador do Botafogo disse que saiu do Milan porque não tinha boa relação com Allegri. "Ele me fazia jogar todas as partidas importantes e depois me deixava quatro jogos no banco. Fazendo isto, ele deixava algumas dúvidas para o resto do mundo, que não sabia se eu estava bem ou não", disse o ex-milanista. Questionado sobre as acusações, Allegri se esquivou de forma inteligente, mas não deixou de rebater o holandês. "Existe um ditado andreottiano (do seis vezes primeiro-ministro da Itália Giulio Andreotti) que diz: 'O poder desgasta aqueles que não o tem'. E o banco do Milan coloca pressão naqueles que não o tem. Ouvi as declarações, mas não quero dar visibilidade a ninguém. Ele disse que eu o colocava nas partidas importantes e por isso não lhe dava confiança. Não acho que sou a culpa de todos os seus males", disse o treinador. Seedorf tem sido apontado pela imprensa italiana como possível substituto de Allegri, que balança no cargo. O Milan é apenas o décimo colocado do Campeonato Italiano, com 12 pontos, já distante 18 da campanha perfeita da líder Roma. Neste sábado, o time rubro-negro recebe a sexta colocada Fiorentina e terá mais uma vez Kaká como titular, segundo confirmou Allegri nesta sexta. "A Fiorentina é tecnicamente forte e joga um bom futebol. É uma equipe que foi montada para terminar entre as três primeiras", elogiou o treinador.

Leia tudo sobre: futebolesportemilanseedorfallegri