Seleção de candidatos também vai mudar

iG Minas Gerais |

Outra mudança nas repúblicas federais mantidas pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) será o acompanhamento e a interferência da Pró-Reitoria de Assuntos Comunitários e Estudantis (Prace) na avaliação dos universitários que moram nessas residências. Até então, os próprios estudantes faziam as seleções e decidiam pela permanência ou não de universitários nas repúblicas. Mas a partir do semestre que vem, a Prace vai submeter o estudantes, após três meses de moradia, a um questionário com dez itens avaliativos. “Vamos acompanhar de perto se o aluno está cuidando da casa”, disse Camélia Vaz Penna, coordenadora de Assuntos Estudantis da Ufop. Para o professor João Cury, do programa de pós-graduação em educação da PUC Minas, a medida deve contribuir para a organização e a conscientização da vida estudantil. “Um mecanismo de controle pode ajudar os universitários a se cuidarem melhor”, avaliou. (LS)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave