Grupo pede Anastasia no Senado

iG Minas Gerais |

Wellington Pedro / Imprensa MG
Antonio Anastasia ainda não definiu se será candidato ao Senado
Foi unanimidade no encontro de ontem entre os partidos aliados do governo de Minas a necessidade de o governador Antonio Anastasia se lançar ao Senado em 2014. Segundo o ex-ministro Pimenta da Veiga, o PSDB vai continuar insistindo na candidatura. “Isso é o melhor para o partido e para Minas. Temos que respeitar uma decisão dele, mas vamos continuar tentando”, afirmou. O deputado estadual Gustavo Valadares considera a entrada de Anastasia na disputa “imprescindível”. “Ele tem que estar na campanha diretamente, como candidato. Não podemos abrir mão dele”, disse. Apostando no lançamento da pré-candidatura do governador, os partidos aliados iniciaram uma disputa pela primeira suplência no Senado. Ao PSD, os tucanos já ofereceram a vaga, mas legendas como PR e PPS também pretendem entrar nessa briga. Segundo o deputado federal Humberto Souto (PPS), ao seu partido não interessa entrar na chapa proporcional para as eleições de deputado federal e estadual. “Mas é importante estar na majoritária com o PSDB.” Ontem, Pimenta da Veiga garantiu que todos os partidos que compõem a base governista serão procurados para uma conversa. “Será uma conversa individual, com cada um deles, para ouvir as opiniões de cada um deles.” PDT. Ontem, a executiva nacional do PDT se reuniu com os presidentes dos diretórios estaduais do partido. Segundo Mário Heringer, a legenda não se decidiu sobre o lado em que ficará em Minas. “O debate foi iniciado. Defendo que, nos Estados, sejamos livres para apoiar quem quisermos”. (IL)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave