Com moral, Sada Cruzeiro foca em jogos da Superliga

Equipe de Canoas será o adversário desta noite, e deve oferecer pressão ao campeão mundial

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

ALEX DE JESUS/O TEMPO
Confiança. Depois de vencer o Campeonato Mundial de Clubes, Sada Cruzeiro volta motivado à Superliga para buscar o bicampeonato
Passada a euforia do título inédito do Campeonato Mundial de Clubes, o Sada Cruzeiro retoma, hoje, às 20h, em casa, os compromissos na Superliga masculina de vôlei. O jogo contra o Kappersberg-Canoas-RS abrirá a retomada da meta de ser bicampeão brasileiro. A partida vai acontecer no ginásio do Riacho, em Contagem. Mesmo sabendo que o foco é outro, o time não esconde que ainda existem resquícios da conquista intercontinental. “A felicidade vai demorar para passar, mas não podemos viver dela. A ressaca já passou e temos que pensar na Superliga. Se formos ficar comemorando, vamos acabar perdendo”, alerta o líbero Serginho. O status de campeão do mundo não tira do time a responsabilidade de continuar representando bem a camisa celeste. “Precisamos continuar jogando no mesmo nível. Se conseguirmos apresentar o que fizemos na semifinal e final do Mundial, o título da Superliga será nosso”, garante o defensor. Sobre o rival desta noite, todo cuidado é pouco. “Acho que vai ser um jogo complicado. Temos que jogar bem. A equipe de Canoas tem excelentes jogadores, como o Gustavo. Eles têm também o cubano Dennis”, analisa o central Éder. O Sada já fez cinco jogos na Superliga e mantém 100% de aproveitamento. Depois de partidas contra adversários de menor força, como UFJF, Funvic Taubaté-SP, Voltaço-RJ, Montes Claros Vôlei e São Bernardo-SP, a retomada será contra uma equipe que deve impor mais dificuldades. “Eles são experientes e ganharam do Brasil Kirin-SP, que vinha invicto. Mas, depois, perderam para o Minas em um jogo onde ofereceram pouca resistência. Seria bom se jogassem assim novamente”, brinca o líbero.    

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave