Com inflação alta, Ambev prevê queda na venda de cerveja

iG Minas Gerais |

VICTOR R. CAIVANO
Ambev diz que inflação pressiona a renda disponível dos clientes
SÃO PAULO. Diante de mais um trimestre de retração nos volumes no Brasil, a AB InBev, maior fabricante de cervejas do mundo e dona da Ambev, voltou a mostrar preocupação com o impacto da inflação ao seu negócio. Com base no resultado do período e na previsão para os últimos três meses, o grupo passou a considerar o pior o cenário de suas expectativas para o fechamento do ano, ou retração nos volumes.No terceiro trimestre, a subsidiária brasileira (Ambev) vendeu 4% a menos em cerveja do que em igual período do ano passado. A companhia atribui a retração ao mercado ainda desafiador, com inflação elevada e menor renda disponível para o consumo do produto, além de clima desfavorável. O Brasil é o terceiro maior mercado para cervejas, atrás da China e dos Estados Unidos.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave