Mulher é espancada pelo marido e tem cabelo cortado com faca no interior de MG

Crimes aconteceram em Santa Bárbara, distrito de Augusto de Lima; suspeito não aceitava relação da vítima com a filha, fruto de outro relacionamento, e o fim do casamento

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

Polícia Civil / Divulgação
Mulher ficou toda marcada
Há mais de um mês, uma mulher de 41 anos vive momentos de terror na fazenda onde trabalha e mora com o marido em Santa Bárbara, distrito de Augusto de Lima, na região Central do Estado. A vítima foi espancada várias vezes e teve o cabelo cortado com faca. Após denúncia de um vizinho, o homem foi preso nessa quinta-feira (31). De acordo com a delegada de Buenópolis, Ione Barbosa, as agressões começaram no dia 15 de setembro, uma vez que Dalivan Francisco da Mata, de 34, não aceitava que a companheira se relacionasse com a filha, fruto de outro relacionamento. “No dia 15, a mulher se encontrou, por acaso, com a filha e o ex-marido em uma festa da cidade. O suspeito estava junto e se irritou quando ela chegou para conversar com a menina”, explicou Ione. Durante um ataque de fúria, Mata pegou a vítima e começou a bater nela dentro do evento. Após os socos, eles foram embora e, no caminho, em um matagal, as agressões continuaram. No dia 13 de outubro, mãe e filha se encontraram novamente e, mais uma vez, a mulher foi agredida. Na ocasião, o suspeito chegou a ameaçar a adolescente de 14 anos de morte e colocou um revólver na testa do pai da garota. Já no dia 24 do mesmo mês, a mulher recebeu a ligação do ex-marido informando que a menor estava doente. Outra vez, ela foi agredida. “Mata tentou matar a companheira a facadas. Ela conseguiu sair de casa, mas o suspeito foi atrás e ainda tentou atropelar a vítima com um trator”, contou a delegada. Quatro dias depois, pensando em fugir, a mulher disse para o marido que o estado de saúde da filha tinha piorado e teria que levar a menina para Curvelo, na mesma região. “A vizinha contou para era que a história era mentira. O homem conseguiu localizar a companheira, e, voltando para casa, parou a sua motocicleta em uma área erma e bateu mais na vítima. Ela foi atingida com paus, socos e pontapés”, disse Ione. Ao chegar no distrito, toda ensaguentada, um vizinho resolveu acionar a polícia e uma operação foi montada para encontrar o agressor, que foi localizado na região. Ele disse à delegada que não aceitava o fim do relacionamento. Mata está preso na delegacia de Buenópolis. A vítima precisou ser internada, recebeu atendimento médico e foi liberada. “Ela está muito abalada. Estamos tentando conseguir a prisão preventiva do suspeito”, finalizou a delegada.

Leia tudo sobre: AGRESSÃOMULHERAUGUSTO DE LIMAFACADAS