‘Descaso’ em maternidade revolta mães

iG Minas Gerais |

A Maternidade Municipal de Contagem, na região metropolitana, é um dos locais que sofrem com a falta de estrutura. O local tem 14 leitos de UTI neonatal mas, segundo funcionários, estaria com mais de 20 bebês. Logo na entrada da unidade, duas placas escritas à mão alertam para o atendimento reduzido. “Minha filha chegou precisando de atendimento urgente, mas passaram outras na frente. Meu neto nasceu bem, mas morreu três dias depois. É muito descaso”, reclama uma cozinheira. Gestantes chegam a esperar horas pela consulta. “Estou aqui a manhã toda, sangrando e perdendo líquido”, disse uma mulher grávida de sete meses. A Secretaria Municipal de Saúde afirmou que a maternidade tem 25 leitos – 14 de UTI, nove de cuidados intermediários e dois de isolamento, e que está com 24 bebês atualmente. Segundo o órgão, o número de profissionais é suficiente e uma nova maternidade será inaugurada em 2014. (LM)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave