Violência no Iraque matou 979 no mês de outubro, diz ONU

Violência tem aumentado recentemente, em meio à fortes tensões políticas e sectárias, elevando os temores de que o Iraque possa estar se dirigindo para um segundo ciclo de conflitos sectários

iG Minas Gerais | da redação |

A Organização das Nações Unidas (ONU) informou que 979 iraquianos morreram em ataques no mês de outubro, o mesmo número de vítimas da violência do mês anterior. O enviado da ONU no Iraque, Nickolay Mladenov, pediu aos líderes iraquianos que tomem ações corajosas para conter o "caos atual" no país. A violência tem aumentado recentemente, em meio à fortes tensões políticas e sectárias, elevando os temores de que o Iraque possa estar se dirigindo para um segundo ciclo de conflitos sectários. O relatório, divulgado nesta sexta-feira pela missão da ONU, diz que dos 979 mortos em outubro 852 eram civis e 127 eram soldados ou membros das forças policiais. A ONU informou também que 1.793 iraquianos ficaram feridos em ataques em todo o país. Bagdá foi a província mais afetada pela violência, com 411 mortos e 925 feridos. Fonte: Associated Press.  

Leia tudo sobre: assassinatomorteviolentairaquebalançoONU