Base aliada escolhe Pimenta da Veiga e quer ‘bloco na rua’

Tucanos e parceiros não querem mais prolongar a indefinição sobre o nome do candidato em Minas

iG Minas Gerais | Isabella Lacerda |

UARLEN VALERIO / O TEMPO
Chapa. Pimenta da Veiga e Dinis Pinheiro se mostraram afinados, ontem, durante encontro na capital
Deputados estaduais do PSDB defensores da candidatura do ex-ministro Pimenta da Veiga ao governo do Estado em 2014 se reuniram ontem com lideranças dos principais partidos da base governista para aumentar a pressão pela definição do nome que será lançado no ano que vem. O encontro, que contou com a presença de Pimenta e de seu provável vice, o presidente da Assembleia, Dinis Pinheiro (PP), consolidou, segundo os aliados, o lançamento da pré-candidatura do ex-ministro. O que falta agora, de acordo com os parlamentares, é o senador mineiro e pré-candidato à Presidência da República, Aécio Neves, anunciar em evento público a opção por Pimenta para, em seguida, “colocar o bloco na rua”.Com a presença de 19 deputados de partidos como PSDB, PP, PDT e PV, a reunião foi marcada por discursos favoráveis a Pimenta. Uma dessas declarações partiu do deputado Alencar da Silveira (PDT). Segundo ele, “está na hora de deslanchar e começar a ser feito um trabalho pelo Estado” em prol da candidatura do ex-ministro.Pimenta da Veiga já fala como candidato. “Foi uma reunião significativa. Todos os partidos aliados do governo na Assembleia estavam aqui e convergimos para alguns pontos. Um deles é a definição de nomes. Foi uma reunião muito clara e definitiva, e me dá enorme responsabilidade agora”, confirmou o tucano.Organizador do encontro, o deputado estadual Gustavo Valadares (PSDB), alerta para o fato de o PT já ter definido o ministro do Desenvolvimento, Fernando Pimentel, como candidato ao governo. “Já passou da hora de a gente definir. O PT já está percorrendo o Estado”, disse. “Quem sabe ler nas entrelinhas, já sabe quem é nosso candidato, mas falta oficializar. O sentimento da maioria é pela chapa entre Pimenta e Dinis, apesar de ser temeroso fechar agora. Mas a questão do candidato (cabeça de chapa) é unanimidade”, completou Valadares.De forma menos enfática e com tom mais ameno, Dinis Pinheiro elogiou o nome de Pimenta. O presidente da Assembleia disse aguardar a decisão final de quem foi chamado por ele de “grandes maestros da orquestra de Minas”, referindo-se a Aécio, ao governador Antonio Anastasia (PSDB) e ao vice-governador Alberto Pinto Coelho (PP). “Mas nessa orquestra, eu toco até o bumbo”, resumiu.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave