Sada Cruzeiro deixa de lado a ressaca do título mundial e mira Superliga

Time cruzeirense irá enfrentar, em casa, a experiente equipe do Kappersberg-Canoas, que chega de duas derrotas por 3 a 0

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

MARIELA GUIMARAES / O TEMPO
Serginho ao lado dos companheiros: líbero viu boa atuação nesta quarta-feira
Passada a euforia do título inédito do Campeonato Mundial de Clubes, o Sada Cruzeiro retoma, hoje, às 20h, em casa, os compromissos na Superliga masculina de vôlei. O jogo contra o Kappersberg-Canoas-RS abrirá a retomada da meta de ser bicampeão brasileiro. A partida vai acontecer no ginásio do Riacho, em Contagem. Mesmo sabendo que o foco é outro, o time não esconde que ainda existem resquícios da conquista intercontinental. "A felicidade pelo título mundial vai demorar para passar, mas não podemos viver dela. A ressaca já passou e temos que pensar na Superliga. Se formos ficar comemorando, vamos acabar perdendo", alerta o líbero Serginho. O status de campeão do mundo não tira do time a responsabilidade de continuar representando bem a camisa celeste e honrar as expectativas da torcida e demais envolvidos. "Precisamos continuar jogando no mesmo nível. Se conseguimos apresentar o que fizemos na semifinal e final do Mundial, o título da Superliga será nosso", garante o defensor. Depois do título, a intensidade dos treinamentos foi alternada pela comissão técnica. "Já fazem duas semanas. A primeira foi mais de comemoração, mas na segunda os treinos foram retomados. Alguns mais leves, é verdade. Mas foi necessário, o Mundial foi muito desgastante, até pelo seu formato de tiro curto. A recuperação física foi importante neste momento para voltarmos inteiros", mostra Serginho. Sobre o rival desta noite, todo cuidado é pouco.  “Acho que vai ser um jogo complicado.  Temos que jogar bem. A equipe de Canoas tem excelentes jogadores, como o Gustavo, um atleta muito experiente. Eles têm também o cubano Dennis, onde temos que ter muito cuidado”, analisa o central Éder. O Sada já fez cinco jogos na Superliga e mantém 100% de aproveitamento. Depois de partidas contra adversários de menor força, como UFJF, Funvic Taubaté-SP, Voltaço-RJ, Montes Claros Vôlei e  São Bernardo-SP, a retomada será contra uma equipe que deve impôr mais dificuldades. "Eles são experientes e ganharam do Brasil Kirin, que vinha invicto. Mas, depois, perderam para o Minas em um jogo onde apresentaram muito pouco, ofereceram pouca resistência. Seria bom se jogassem assim novamente", brinca o líbero. Depois de perder para o Minas por 3 a 0, o Canoas caiu para o Sesi-SP pelo mesmo placar. Venda de ingressos Não é todo dia que se tem a oportunidade de ver campeões mundiais em quadra. Por isso, os jogadores do Sada Cruzeiro convocam a torcida para marcar presença no primeiro jogo da Superliga após o título intercontinental. A partida será válida pela sexta rodada da competição nacional, diante de um time forte e experiente. Os ingressos para o confronto contra o Kappersberg-Canoas-RS começaram a ser vendidos ontem e a comercialização segue durante todo o dia de hoje. Os torcedores interessados em acompanhar o jogo diante dos gaúchos possuem duas opções de compra. Uma na Sede Administrativa do Cruzeiro, em Belo Horizonte (Rua Timbiras, 2.903, Barro Preto), entre 9h e 17h). A segunda alternativa será no local da partida, o Ginásio Poliesportivo do Riacho, em Contagem (Rua Rio Paraopeba, 1.200, Riacho das Pedras). Neste local, as vendas acontecem a partir das 9h e vão até o início da partida, enquanto restarem ingressos. O bilhete custa R$ 8,00 a inteira e R$ 4,00 a meia.