Presidente do Flu reitera permanência de Luxemburgo

Chefão disse que demorou a se pronunciar por causa de uma série de problemas relacionados ao clube

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

REPRODUÇÃO/FLUMINENSE
Luxemburgo ficou satisfeito pelo fato do time não ter levado gols em casa
O presidente do Fluminense, Peter Siemsen, veio a público nesta quinta-feira para confirmar que o técnico Vanderlei Luxemburgo será mantido no cargo, pelo menos até o clássico de domingo, contra o Flamengo. O dirigente disse que demorou a se pronunciar por causa de uma série de problemas relacionados ao clube. Mas disse que houve uma decisão conjunta com o patrocinador do clube, Celso Barros, da Unimed. "Não gosto de tomar as decisões de cabeça quente, não é do meu feitio. Mas sou torcedor e ninguém gosta de perder. Então preferi tirar um tempo até a decisão ser tomada. Conversei com o Celso Barros e nenhum dos dois quer que o Fluminense termine mal o ano. Houve um consenso de que uma mexida agora poderia prejudicar o time", declarou Siemsen. Se o Fluminense perder para o Flamengo, Luxemburgo deve ser demitido ainda no Maracanã.