Após consulta, escolha de reitor da UFMG será definida em segundo turno

Professores Jaime Arturo Ramirez e Nagib Cotrim Árabe ganharam o primeiro turno após consulta à comunidade acadêmica

iG Minas Gerais | MÁBILA SOARES |

O processo seletivo para escolha do novo reitor e vice-reitor da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) será definido em segundo turno, nos dias 12 e 13 de novembro. Os professores Jaime Arturo Ramirez e Nagib Cotrim Árabe ganharam a consulta à comunidade acadêmica. Eles lideram, respectivamente, as chapas 2 e 3. O processo começou na última terça-feira (29). Após a apuração dos 30 locais de votação, foram registrados os seguintes números: Chapa 1, 24,28%; Chapa 2: 38,96%; e Chapa 3, 36,75%. A Comissão Eleitoral ainda vai apurar os chamados votos em separado, de estudantes que votaram fora de suas unidades de origem, e que precisam ser contabilizados um a um. Devido à quantidade reduzida, estes votos não podem alterar significativamente o resultado geral. A votação não é obrigatória. Alunos, professores e técnicos administrativos da UFMG podem votar. No entanto, o peso dos votos dos três é diferente. O dos professores tem peso de 70% e estudantes e técnicos ficam com 15% cada. Segundo a Comissão Eleitoral da UFMG, são 50 mil possíveis eleitores. A lista seguirá para o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, que indicará o novo reitor e vice-reitor da UFMG, que pode ser ou não o mais indicado pela consulta feita à comunidade acadêmica. O ministro deve anunciar sua indicação 60 dias antes do término do mandato do atual reitor da universidade, segundo a Comissão Eleitoral da UFMG. Apenas os professores da UFMG que não estiverem afastados da instituição podem se candidatar ao cargo de reitor e vice-reitor.

Leia tudo sobre: reitorUFMG