Tardelli espera uma boa notícia de Felipão: 'Me vejo na briga com Lucas e Hulk'

Em boa fase do Atlético, atacante espera ser lembrado na lista da seleção brasileira que será divulgada nesta quinta-feira, para amistosos em novembro

iG Minas Gerais | fernando almeida |

BRUNO CANTINI/ATLÉTICO
Camisa 9 atleticano quer fechar o ano com a marca de 100 gols marcados com a camisa do Galo
Luiz Felipe Scolari irá anunciar sua convocação nesta quinta-feira às 12h e Diego Tardelli espera abrir um largo sorriso ao término da lista de relacionados para as partidas contra Hoduras e Chile, nos dias 16 e 19 de novembro, respectivamente. O atacante alvinegro mostra ansiedade com a proximidade das palavras de Felipão e espalha esta expectativa com amigos e parentes. “Não dá pra pensar em outra coisa a não ser uma noticia boa amanhã (quinta-feira). Estou na expectativa por tudo que está se criando e falam. Se tiver que ir vou ficar feliz, se não for é vida que segue, continuar trabalhando. Mas a expectativa é grande não só minha, mas de amigos e colegas”, afirmou Tardelli. A convocação de Tardelli vem sendo “pedida” por cronistas esportivos e outros nomes ligados ao esporte e, citando Tostão, o avante atleticano agradece este lobby por seu nome na seleção brasileira. Vale lembrar que Tardelli chegou a figurar na ‘lista de espera’ para a Copa do Mundo de 2010. “Eu fico muito feliz entre tantos jogadores que tem no futebol brasileiro e várias pessoas citando meu nome. Tenho que ficar feliz, me sentir privilegiado de ser um desses jogadores. Se tratando do Tostão é um cara que sempre está falando de mim, é uma honra”, comentou o camisa 9 do Galo. Diego Costa A ausência de Diego Costa não aumenta as esperanças de Tardelli em estar na lista de Felipão. Para o atacante, a sua real concorrência são os jogadores que atuam pelo lado, como Lucas e Hulk. “Pelo meu ponto eu não brigaria com o Diego, Jô, Fred que são referência. Me vejo mais na briga com Lucas, Hulk que é mais pela beirada. É claro que você ficar numa lista de copa do mundo é ter um reconhecimento muito grande. Não tive oportunidade com Felipão para ter sequência de jogos. Ainda dá tempo de ser convocado”, finalizou.

Leia tudo sobre: tardelliatleticoseleção brasileira