São Paulo encara colombianos pela Copa Sul-Americana

Depois de se afastar do risco de rebaixamento no Nacional, Tricolor busca o bi do torneio continental para encurtar caminho até a Libertadores

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

SÃO PAULO/DIVULGAÇÃO
Treinador cobrou bastante dos atletas durante cerca de duas horas de treino
O começo da defesa do título da Copa Sul-Americana foi cheio de incertezas. Muito pressionado pela ameaça de rebaixamento no Campeonato Brasileiro, o São Paulo só pensava na competição nacional e escanteou o torneio internacional. Agora, no entanto, o cenário é bem diferente e nesta quarta-feira a equipe iniciará as quartas de final contra o Atlético Nacional, de Medellín (Colômbia), no estádio do Morumbi, às 21h50, disposta a revalidar o título e, dessa forma, conquistar uma vaga na Copa Libertadores. Originalmente, o técnico Muricy Ramalho queria se concentrar na luta contra a queda no Brasileirão, mas as vitórias sobre Cruzeiro, Náutico e Bahia fizeram a diretoria “sugerir” que as duas competições fossem priorizadas. A dramática classificação contra a Universidad Católica - com direito a antológica atuação de Rogério Ceni no Chile - inflamou o grupo e aumentou o desejo de faturar o bicampeonato. Terminar um ano tão ruim com mais um troféu na galeria seria um lucro imenso para quem há poucos dias se limitava a fazer muitas contas para não chafurdar na lama da Série B. O ritmo forte dos últimos jogos torna o cansaço um outro adversário a ser vencido nesta quarta. Com poucas opções disponíveis, Muricy Ramalho teve de utilizar muitas vezes os mesmos jogadores e agora trabalha para evitar lesões musculares que comprometam a equipe na reta final da temporada. “Não adianta procurar desculpa. Se ele (Muricy) escala é porque sabe que o jogador pode dar o seu melhor. Se estiver cansado, existem os reservas, que vêm muito bem e ajudando bastante”, comentou Douglas, que completará 100 jogos pelo clube. A principal novidade estará no ataque. Luis Fabiano volta após seis jogos de ausência e tem escalação garantida desde o fim de semana. A dúvida é sobre quem será seu parceiro. Ademilson e Aloísio, que se destacaram no período de ausência do titular, disputam uma vaga e a tendência é que o segundo seja o escolhido após marcar cinco gols nos últimos dois jogos. “Estou tranquilo. Temos de acatar e tenho certeza de quem ele (Muricy Ramalho) tirar será necessário para a partida”, ponderou Ademilson, que fez dois gols e deu três assistências enquanto foi titular. O meio de campo também terá mudanças. Denilson e Maicon voltarão à equipe após suspensão e terão a companhia de Jadson. Ofuscado pela ótima fase de Paulo Henrique Ganso, ele terá a chance de mostrar seu talento porque o ex-santista cumprirá suspensão pela expulsão contra a Universidad Católica. “São dois grandes jogadores, mas muda pouco, têm características semelhantes e me dou muito bem jogando com o Jadson”, elogiou Luis Fabiano.

Leia tudo sobre: sao paulosul-americanaquartas de finalcolombiafutebol