Rafaela Silva é prata na volta ao Circuito Mundial

Brasileira foi derrotada na final da categoria até 75kg pela romena Corina Caprioriu

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Na sua primeira competição do Circuito Mundial de Judô desde o título mundial do Rio, Rafaela Silva decepcionou. Nesta quarta-feira, no esvaziado Grand Prix de Qingdao (China), ela terminou apenas com a medalha de prata, derrotada na final da categoria até 75kg por Corina Caprioriu, da Romênia, por ter recebido uma advertência contra nenhuma da rival. No caminho, havia vencido a russa Irina Zabludina (um wazari e um yuko) e a chinesa Ying Zhou (um yuko). Desde o Mundial, Rafaela já havia disputado também o Campeonato Brasileiro (que venceu sem dificuldades) e o World Combat Games, competição por equipes em que o Brasil foi prata, há duas semanas, na Rússia. Rafaela é a única titular do Brasil numa competição bastante esvaziada, que só conta com 13 países, a maioria deles asiáticos. De resto, praticamente apenas atletas estreantes, que ganham a primeira chance na seleção brasileira. Duas delas ganharam medalha de bronze nesta quarta. É o caso de Milena Mendes, do Palmeiras, que pela primeira vez lutou fora do Brasil no Circuito Mundial. Na categoria até 52kg, ela venceu três confrontos para ficar com a medalha de bronze. Na disputa do terceiro lugar, bateu a romena Andreaa Chitu, bronze no Mundial de Paris, em 2011. Também na categoria até 52kg, Luana Pinheiro, modelo profissional que se divide entre os ensaios e os treinos no Minas, fez sua estreia no Circuito. Perdeu para Chitu na segunda luta, foi até a repescagem, mas voltou a ser derrotada, desta vez por uma chinesa. Sparring de Rafaela Silva no título mundial, Tamires Crude venceu suas duas primeiras lutas na China, onde faz sua estreia, acabou derrotada por Caprioriu na semifinal, mas ficou com o bronze depois de superar Lorelana Ohai, também da Romênia. Entre os homens, a estreia não foi tão boa. Raphael Maique (até 60kg) perdeu na primeira luta, enquanto Marcelo Fuzita até venceu o primeiro confronto, diante de uma atleta de Hong Kong, mas depois sofreu duas derrotas e ficou sem medalha. Na quinta-feira o Grand Prix prossegue com mais brasileiros no tatame: Eduardo Barbosa, João Macedo (até 73kg), Vinicius Panini (até 81kg), Ana Carla Grincevicus (até 63kg), Nadia Merli e Bárbara Timo (até 70kg).  

Leia tudo sobre: judorafaela silvapratamundial