Após derrota, América deve encaminhar novo protesto contra arbitragem para a CBF

Arbitro teria invalidado um gol de Alessandro e deixado de marcar uma falta no atacante em lance que acabou originando o gol adversário

iG Minas Gerais | ANTÔNIO ANDERSON |

PAULO FONSECA/FUTURA PRESS/FUTU
MG - SÉRIE B/AMÉRICA MG E PAYSANDU - ESPORTES - Partida entre América MG e Paysandu PA válida pela Série B do Campeonato Brasileiro 2013 no Estádio Independência em Belo Horizonte (MG), nesta terça-feira (29). - Foto: DOUGLAS MAGNO / O TEMPO - 29/10/2013
A derrota por 1 a 0 para o Paysandu deve gerar um novo protesto da diretoria do América na Confederação Brasileira de Futebol (CBF) contra a arbitragem em seus jogos na Série B do Campeonato Brasileiro. Após o confronto da última terça-feira, alguns dirigentes chegaram a reclamar com o árbitro Jean Pierre Gonçalves Lima, que teria invalidado um gol legítimo do atacante Alessandro e deixado de marcar uma falta no atacante alviverde em lance que acabou originando o gol do time paraense. O clube reconhece que o atacante Willians errou ao ser expulso depois de dar uma cabeça em Yago Pikachu, mas cobrou mais rigor do juiz, que não excluiu de campo também o lateral-direito do Paysandu. O gaúcho Jean Pierre Gonçalves Lima acabou virando um dos principais desafetos do América na Série B. Contra o Paraná, no empate em 2 a 2, o árbitro teria deixado de dar um pênalti no meia Nikão e marcou uma penalidade para o time paranaense. Julgamento. O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) julga nesta quinta-feira o efeito suspensivo do América que visa diminuir as penas do goleiro Matheus e do meia Willians, que foram expulsos no jogo contra o Paraná. Matheus havia pego três jogos de suspensão e Willians seis. Os juízes vão definir se os jogadores devem cumprir o restante das penas ou se serão julgados novamente.

Leia tudo sobre: protestoarbitragemamericacbf