Deborah Secco abandona projeto que levaria o Calypso aos cinemas

Atriz teve que declinar a proposta em decorrência do atraso nas filmagens. Com isso, as datas para gravação não se encaixam mais na agenda da protagonista

iG Minas Gerais | Da Redação |

EXTRA/DIVULGAÇÃO
undefined
Depois dos trancos que a produção do filme "Calypso" recebeu, chegou a vez de mais uma baixa. Deborah Secco, que interpretaria Joelma nas telonas, teve que abandonar o projeto. Segundo a atriz, em comunicado à imprensa, o atraso nas filmagens tornou o projeto incompatível com sua agenda. As gravações deveriam ter começado em junho deste ano, com locações no Pará, Pernambuco e Rio de Janeiro. Secco já estava comprometida com o filme "A Estrada", de André Moraes, portanto a mudança no planejamento do filme sobre a banda paraense acabou acarretando na perda de seu maior chamariz. No início deste ano, após declarações polêmicas de Joelma sobre casamentos homoafetivos, o projeto foi afetado diretamente, com vários patrocinadores recuando, temerosos em associar a marca a uma artista homofóbica. Joelma chegou a dizer que foi mal interpretada, mas o projeto do filme absorveu o impacto. A produção dirigida por Caco Souza pretende contar a história da dupla Joelma e Chimbinha, que originou a banda que estourou em todo país. São 13 anos de carreira e 18 discos. O orçamento para o longa está previsto em R$ 7,5 milhões e a direção musical é do próprio Chimbinha.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave