Pecuaristas mineiros já se preparam para vacinar bovinos contra febre aftosa

Expectativa é vacinar em torno de 10,5 milhões de bovinos e bubalinos em um rebanho total de 24,5 milhões de animais

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

seds/divulgação
Bovinos com até 24 meses serão vacinados contra Aftosa em novembro
Pecuaristas de todas as regiões já se preparam para a vacinação contra a febre aftosa. A segunda etapa da Campanha Nacional de Vacinação começa no dia 1º e termina no dia 30. Somente animais com até 24 meses de idade devem receber a dose. A expectativa das autoridades é que os mais de 376 mil pecuaristas mineiros vacinem em torno de 10,5 milhões de bovinos e bubalinos em um rebanho total de 24,5 milhões de animais. A principal novidade nesta etapa de vacinação em Minas Gerais é a suspensão do envio da Carta Aviso aos domicílios dos produtores rurais. A partir de 1º de novembro, o produtor deverá acessar o site www.ima.mg.gov.br, imprimir o documento e preencher seus dados. Além disso, ele poderá comprar a vacina apresentando seu CPF ou cartão de identificação do IMA. Após esse procedimento e, de posse da Nota Fiscal de Compra e vacinação do animal, tem um prazo de 10 dias para entregar a documentação no escritório do IMA mais próximo de sua propriedade. Na hora de vacinar o animal, o produtor deve tomar cuidados básicos e importantes, tais como: reunir o gado nos horários mais frescos do dia, transportar a vacina em caixa térmica com três partes de gelo para uma de vacina mantendo a temperatura entre 2 e 8 graus centigrados e não vacinar animais doentes. O local da aplicação correta é na tábua do pescoço do animal por via subcutânea ou intramuscular, tendo o cuidado de manter a seringa na posição inclinada. O produtor que possuir animais de alto valor econômico deverá solicitar o acompanhamento de veterinário de sua propriedade no manejo da vacinação.  

Leia tudo sobre: vacinaçãofebre aftosa