Motorista morre em batida entre dois caminhões na "curva da morte" da BR-365

Vítima ficou presa às ferragens e morreu no local; os dois veículos estavam carregados e tombaram na via, que ficou completamente interdita por pelo menos cinco horas

iG Minas Gerais | Fernanda Viegas |

Um caminhoneiro morreu e um outro ficou ferido em uma batida entre os dois veículos na manhã desta quarta-feira (30), na BR-365, em Patos de Minas, na região do Alto Paranaíba. O acidente aconteceu em uma curva, conhecida como “curva da morte”, pelo alto índice de acidentes no local. O condutor do caminhão carreta, Genivaldo Alves Mota, de 40 anos, relatou aos bombeiros que seguia sentido Uberlândia, no Triângulo Mineiro, pela BR-040, quando percebeu que na altura do KM 393, um caminhão, no sentido contrário, fazia a curva muito fechada e acabou batendo na lateral da carreta. Os dois veículos tombaram. Valmir Antunes de Souza, de 57 anos, morreu no local. Ele ficou preso às ferragens, sofrendo esmagamento craniano e fraturas generalizadas. Já Mota teve apenas um corte no braço esquerdo. Os dois veículos estavam carregados. O caminhão de Souza estava carregado com 10.100 kg de suplemento mineral para gado. E a carreta com 11.400 kg de estopas e tiras de pano, que derramaram na pista e começaram a pegar fogo. Os bombeiras controlaram as chamas e fecharam a via nos dois sentido, por pelo menos cinco horas, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Leia tudo sobre: acidentecaminhõescarretacurva da morte