Lojas da capital mineira são investigadas por venderem celulares roubados

Aparelhos eram roubados em estradas de São Paulo e Minas Gerais e depois repassados para os empresários, agentes cumprem mandados de busca e apreensão em nove lojas

iG Minas Gerais | ALINE DINIZ |

A Polícia Federal (PF) cumpriu, na manhã desta quarta-feira (30), mandados de busca e apreensão em nove lojas de Belo Horizonte que comercializavam celulares roubados. Segundo a assessoria de imprensa da PF, os estabelecimentos pertencem a três empresas distintas. A investigação começou em setembro depois que uma grande empresa de produtos eletrônicos informou a PF que foi vítima de três assaltos nos meses de abril, maio e agosto de 2013, em rodovias de São Paulo e Minas Gerais. Além disso, a empresa mostrou indício de que parte da mercadoria estaria sendo vendida no centro de Belo Horizonte. O valor das cargas roubadas é de aproximadamente R$3 milhões. A polícia suspeita que a quadrilha agia em São Paulo e Minas. O objetivo da corporação é recuperar os aparelhos eletrônicos e obter dados que permitam identificar integrantes da quadrilha. A PF quer também saber quem são os empresários que  compravam a mercadoria. A operação da PF conta com o apoio da Receita Estadual de Minas Gerais.  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave