Homem usa granada para ameaçar vítima e roubar celular

O local foi isolado e o Gate constatou que a granada era de gás lacrimogêneo

iG Minas Gerais | JULIANA BAETA |

Um homem foi preso na manhã desta quarta-feira (30) após usar uma granada para roubar o celular de uma mulher no bairro Planalto, região Norte de Belo Horizonte. O local do crime precisou ser isolado pelo Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), que constatou que o artefato se tratava de uma granada de gás lacrimogêneo. De acordo com o cabo Ribeiro, do 13º Batalhão de Polícia Militar (PM), durante um patrulhamento pela rua Professor Tristão da Cunha, os militares viram Gutemberg de Freitas Coelho, de 42 anos, correndo e o abordaram. No bolso dele havia um celular e a granada. O Gate foi acionado e o homem foi detido por portar explosivo mas, durante a espera pelo esquadrão anti-bombas, uma mulher de 22 anos apareceu no local e informou que o homem a havia roubado minutos antes. Ainda segundo a vítima, Gutemberg a ameaçou com a granada para roubar o celular dele. "Ele disse que se eu não entregasse meu telefone, ele ia me explodir", relatou. Com a chegada do Gate, o local foi isolado e a granada, desarmada. Se tratava de uma bomba de gás lacrimogêneo que havia sido recheada com areia e outros materiais pelo suspeito, para assustar a vítima. Conforme o cabo Ribeiro, o suspeito já foi preso por ele há dois anos por roubo. Além disso, ele tem várias passagens pela prisão e responde um processo pelo mesmo crime. Gutemberb foi preso e levado à delegacia, e a granada, apreendida. O celular da vítima foi recuperado. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave