Inflação desacelera de 1,50% em setembro para 0,86% em outubro , diz FGV

O resultado ficou dentro do intervalo das estimativas, entre 0,83% e 0,97%, e abaixo da mediana de 0,91%; taxa acumulada em 12 meses até este mês é de 5,27%

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

DIVULGAÇÃO/IMA
No ano passado, o índice foi 0,7% mais baixo
O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) desacelerou de 1,50% em setembro para 0,86% em outubro, divulgou a Fundação Getulio Vargas (FGV), nesta quarta-feira (30). O resultado do IGP-M de outubro ficou dentro do intervalo das estimativas dos analistas do mercado financeiro consultados pelo AE Projeções, entre 0,83% e 0,97%, e abaixo da mediana de 0,91%. Entre os três indicadores que compõem o IGP-M, o IPA-M saiu de 2 11% em setembro para 1,09% em outubro. Na mesma base de comparação, o IPC-M saiu de 0,27% para 0,43%. O INCC-M desacelerou de 0,43% para 0,33%. A variação acumulada do IGP-M em 2013 é de 4,58%, enquanto a taxa acumulada em 12 meses até outubro é de 5,27%. Os preços dos produtos agropecuários no atacado subiram 0,49% em outubro, após registrarem alta de 2,97% em setembro. Já os preços de produtos industriais avançaram 1,32% ante alta de 1 79% em setembro. Os preços dos bens intermediários subiram 0,70% em outubro ante avanço de 2,20% em setembro. Os preços dos bens finais tiveram alta de 0,76%, ante alta de 0,28% no mesmo período. Os preços das matérias-primas brutas subiram 1,95% em outubro, após avanço de 4,21% em setembro. O Índice de Preços ao Produtos Amplo (IPA) apresentou alta de 1,09% em outubro depois de avançar 2,11% em setembro. Em 12 meses, o IPA acumula alta de 4,85% e, no ano, de 4,29%.    

Leia tudo sobre: IGP-MINFLAÇÃOECONOMIABRASILFGV