Cena de estudante atrasado no Enem não passava de uma farsa

Aluno cursa o 2º ano de ciências contábeis da USP e não se increveu para fazer o exame; ele disse que queria fazer uma brincadeira e afirmou que ''a imprensa é mto ingênua''

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Um aluno do 2º ano de ciências contábeis da USP se passou por candidato atrasado do Enem no último domingo (27), fingiu que havia perdido a prova e deu uma entrevista ao jornal Folha de São Paulo mostrando-se indignado com o atraso. A entrevista ganhou repercursão em sites de notícias e só nesta quarta-feira (30), o jornal descobriu que a encenação não passava de uma mentira. A cena aconteceu nos portões da Uninove, em São Paulo  “Eu disse que queria fazer ciências econômicas na UFSCar. Só que nem existe esse curso”, afirmou ele à Folha, que não o entrevistou no dia do Enem, mas publicou foto dele na primeira página, escalando o portão. O curso citado por ele existe no novo campus de Sorocaba da universidade, mas não em São Carlos. No domingo, no portão da Uninove, Flávio gritava que não poderia ter perdido o exame, pois agora “teria de fazer Mackenzie”. O fato é que nenhum jornalista foi confirmar se o curso existe. O garoto disse aos jornalistas que havia perdido a prova porque perdeu uma conexão do trem e precisou pegar um ônibus. Por isso, teria chegado atrasado ao local. “No dia anterior eu perdi um trem indo de Pacaembu a Osasco. Levei duas horas para chegar e fiquei com essa história na cabeça”. Ele não se diz arrependido – “a imprensa é muito ingênua” – conclui.  

Leia tudo sobre: ATRASADOMENTIRAFARSAENEM