Tatuagem junta Galo e santo

iG Minas Gerais |

reproduçao de facebook
São Judas e o escudo do Galo
A devoção a são Judas Tadeu e a paixão pelo Atlético fizeram o comerciante Marcos Costa unir as duas coisas em uma tatuagem. Foi em 2006, após o time alvinegro ter conquistado o acesso à Série A, depois do rebaixamento em 2005. “Eu tinha pedido a são Judas Tadeu para o Atlético subir para a Primeira Divisão. Quando o Galo subiu, eu resolvi fazer a tatuagem”, explicou o atleticano, que coleciona tatuagens com relação ao time do coração pelo corpo. “São seis ao todo”, conta Marcos, que ainda vai fazer uma em homenagem ao título da Libertadores. “Vou fazer uma tatuagem da taça da Libertadores. Só não fiz ainda porque estou tomando medicamentos que me impedem de tatuar”, explica o comerciante. Agora, o atleticano quer ir ao Marrocos, acompanhar o time no Mundial de Clubes. Ele está participando de uma promoção para ganhar a viagem. “Tenho que indicar 25 pessoas que comprem a viagem para eu ganhar a minha. Já tenho 19. Mas vou de qualquer jeito”, ressalta Marcos. (APM)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave