Sonhando com o título, Nilton espera terminar inteiro os próximos jogos

A ansiedade está sendo controlada por todos no Cruzeiro, mas a vontade de soltar o grito da garganta já invadiu até os sonhos do volante

iG Minas Gerais | BRUNO TRINDADE |

Washington Alves/VIPCOMM
Nilton deve ser substituído por Leandro Guerreiro
O volante Nilton esteve ausente da partida contra o Criciúma porque estava suspenso pelo terceiro cartão amarelo. O jogador, porém, não gostou nada da ideia de ter que acompanhar pela TV a partida contra os catarinenses. Por isso, o atleta não vê a hora de poder entrar em campo com a camisa estrelada e ajudar a sacramentar o tão esperado título do Brasileirão. O volante só espera que, em seu retorno, ele possa sair inteiro de campo. “Sou fominha, quero sempre jogar. Só não quero abrir mais corte no supercílio. Minha cara está parecendo mais cara de lutador”, declarou aos risos o jogador. Nilton falou que sofreu pela televisão vendo os sustos que a equipe tomou no duelo com o Tigre. “É muito difícil ficar fora, ficar só observando, acompanhando pela TV. Foi sofrido, mas a gente sabia que não ia ser um jogo fácil. Esse resultado de 5 a 3, com muitos gols, ninguém esperava um resultado, mas o importante foi conseguir esse resultado positivo”, declarou. A ansiedade pela conquista do título está sendo controlada por todos no Cruzeiro, conforme o volante, mas ele disse que a grande vontade de soltar o grito da garganta já invadiu até os seus sonhos. “Os jogos estão acabando, a pontuação em relação aos adversários aumenta. Mas nós jogadores temos que ter os ter pés no chão. Se não tiver humildade, a gente não consegue nada na vida. Nós jogadores sabemos o que a imprensa fala (sobre o título), não tem como escutar e não ficar sonhando. Teve um dia que eu cheguei sonhar com esse título, mas falei para o sonho esperar e voltar para a vida real, que ainda falta sete jogos”, concluiu o jogador.  

Leia tudo sobre: futebol nacionalcruzeiroraposacampeonato brasileirosérie aniltonvolante