Arena Castelão cobra Portuguesa por calote em jogo

Clube paulista era responsável direto pelos pagamentos, mas levou calote de empresa contratada para organizar o evento

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

A Arena Castelão se pronunciou de forma oficial sobre o calote recebido por conta do jogo entre Portuguesa e Flamengo, domingo, na capital do Ceará. A empresa que administra o estádio, denominada Arena Castelão Operadora de Estádios S/A, divulgou nota na noite de segunda-feira para avisar que a Portuguesa, mandante da partida, é responsável por quitar a dívida deixada pela empresa Xaxá Produções. "A Portuguesa de Desportos, como mandante da partida e pelo regulamento da competição, é a responsável direta pelo pagamento das despesas, taxas e demais valores, apurados por ocasião do fechamento do borderô", diz a nota da Arena Castelão. O time paulista vendeu o mando de jogo contra o Flamengo, disputado no último domingo, pela 31.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O presidente da Portuguesa, Manuel da Lupa, diz que recebeu grande parte do pagamento adiantado - R$ 563 mil de um total de R$ 600 mil. Mas a Xaxá Produções, com sede no Mato Grosso do Sul, responsável pela organização do duelo, deu calote na Arena e no pagamento de taxas para as Federações Paulista e Cearense de Futebol. "Foram tomadas todas as medidas necessárias para resguardar os direitos da Arena Castelão diante do não pagamento das taxas acordadas pela empresa citada. A Arena Castelão ingressará com uma ação judicial contra a empresa Xaxá Produções por quebra de contrato", diz a administradora do estádio. A Arena Castelão ainda ameaça levar o caso à Confederação Brasileira de Futebol (CBF), cobrando punição à Portuguesa. "Os representantes da Federação Cearense de Futebol (FCF) e Federação Paulista de Futebol (FPF) à CBF. A Portuguesa poderá sofrer sanções em caso de não cumprimento do registrado no contrato com a Arena Castelão", explica o texto. Esta não foi a primeira vez que a Portuguesa vendeu o mando de uma partida neste Brasileirão, pois o clube fez algo parecido no jogo contra o Corinthians, pela 24.ª rodada, vencido por 4 a 0, que foi disputado no estádio Morenão, em Campo Grande (MS).

Leia tudo sobre: arena castelaoestadoportuguesacobrançafutebol