Petistas também oferecem a vaga

iG Minas Gerais |

No que depender do PT, a tarefa do PSDB de Minas de conseguir o apoio do PSD não será fácil. É que os petistas também planejam pressionar as lideranças do partido de Gilberto Kassab a seguir a lógica nacional e apoiar a presidente Dilma Rousseff na disputa pela reeleição, o que significa fazer o alinhamento com o ministro do Desenvolvimento, Fernando Pimentel, na briga pelo governo mineiro. Segundo um petista que pediu para não ter o nome revelado, em troca de apoio, o partido poderá oferecer ao PSD a vaga ao Senado ou também uma suplência. A articulação, no entanto, passaria pela executiva nacional do PSD. “O Kassab é próximo a gente e isso vai ser conversado. O PMDB fica com uma vaga majoritária e o PSD com outra. Essa é a ideia”, argumentou. No ano passado, o PSD enfrentou problemas na disputa pela Prefeitura de Belo Horizonte. A executiva nacional havia decidido participar da chapa do ex-ministro Patrus Ananias (PT), mas as lideranças locais optaram pela candidatura de Marcio Lacerda (PSB), apoiada pelo PSDB. A briga foi parar na Justiça. (IL)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave