Final será com dois meses de atraso

Certame terminará somente no dia 22 de dezembro, com as semifinais ocorrendo no dia anterior

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

Conflito. Diretor técnico da UFJF, Maurício Bara (centro) lembra que as datas dos jogos finais do Mineiro coincidem com partidas da Superliga
Uma das intenções do Mineiro de vôlei tem sido servir como preparação para a Superliga, principal compromisso dos times na temporada. Mas, nesta edição, a situação se inverteu e, depois de adiamentos e indefinições, o Estadual terá sua reta final bem longe da considerada ideal pelos clubes participantes da competição. Após as datas das semifinais e da final, que seriam no último final de semana, serem alteradas pela Alterosa, emissora detentora dos direitos de transmissão, em virtude do Teleton, a Federação Mineira de Vôlei (FMV) divulgou ontem os dias dos últimos jogos do Mineiro. Os quatro classificados irão jogar no dia 21 de dezembro, disputando vagas na decisão, marcada para o dia seguinte, na casa da equipe de melhor campanha. As agremiações já são conhecidas, faltando somente a ordem das posições. Sada Cruzeiro, Vivo-Minas, UFJF e Sertão Minas-Pirapora são os times garantidos. Mesmo com a FMV usando praticamente a única data disponível, os clubes mostraram descontentamento. “Já era para o campeonato ter acabado há muito tempo. Mas, em função de vários acontecimentos e protelações, atendendo a interesses de alguns clubes, aconteceu tudo isso. Chegamos em uma situação de ultimato. Aceitamos, mas deixamos claro que a FMV deveria se entender com a Confederação Brasileira de Vôlei (CBV)”, comenta Maurício Bara, diretor técnico da UFJF, se referindo ao fato de que as datas escolhidas coincidirem com partidas da Superliga. Os jogos entre UFJF e Vivo-Minas e Montes Claros Vôlei e Sada Cruzeiro, marcados inicialmente para os dias 21 e 22 de dezembro, respectivamente, vão acontecer somente nos dias 29 de janeiro e 19 de fevereiro. A FMV mostra que, para o próximo ano, tentará trabalhar melhor as datas, mas depende também do calendário da CBV. “Não sabemos se o formato deste ano será mantido. Será nosso trabalho manter contato com a entidade para estudarmos essa possibilidade. Sabemos que o ideal é que a fase final do Mineiro aconteça antes da Superliga. Mas nos deparamos com situações específicas de cada clube”, relata Tomás Mendes, vice-presidente da FMV.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave