Relatório mostra que rio São Francisco é o mais poluído do Estado

Trechos avaliados no estudo apresentam concentração elevada de cianobactérias, tornando-se impróprios para banho

iG Minas Gerais | Da redação |

Um estudo realizado pelo Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam), apontou o rio São Francisco como um dos cursos d'água mais poluídos do Estado. O relatório de avaliação da qualidade das águas superficiais, elaborado com base no ano de 2012, mostra que água do rio registra uma densidade cianobactérias acima de 100 mil células por mililitro. Isso significa que os trechos avaliados no estudo são impróprios para banho, considerando a possibilidade de o banhista engolir água. As medições foram realizadas em trechos do curso d'água opostos às nascentes, próximos às cidades de São Francisco, Três Marias e Manga, no Norte do Estado. Em audiência pública realizada em agosto deste ano, a Comissão Extraordinária das Águas da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) ressaltou que, antes de falar em transposição, é importante promover a revitalização urgente do Velho Chico. Isso porque, como os níveis de poluição estão elevados, a população que vive às margens do rio fica impedida de fazer uso da água do rio. A comissão, formada em março, acompanha e sugere o desenvolvimento de ações relacionadas à preservação dos rios no Estado. Embora os números sejam alarmantes, os responsáveis pela gestão dos índices de qualidade das águas em Minas Gerais acreditam que o relatório pode ser visto com otimismo, embora reconheçam que ainda há muito por ser feito. Em outubro, O TEMPO publicou uma série de reportagens sobre a transposição do rio São Francisco. O conteúdo pode ser visto aqui .

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave