Detentos do Presídio de Vespasiano colocam fogo em colchões e cobertures

Motivação que levou a revolta dos presos, não foi informada. A suspeita, porém, é de que tenha tido falta de água

iG Minas Gerais | Fernanda Viegas |

Detentos do Presídio de Vespasino, na região metropolitana de Belo Horizonte, realizaram uma motim durante a madrugada desta terça-feira (29). A motivação que levou a revolta dos presos, não foi informada. A suspeita, porém, é de que tenha tido falta de água. Segundo a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds),  o descontrole dos presos no pavilhão masculino começou às 17h dessa segunda-feira (28). Os detentos queimaram colchões e cobertores de duas celas. Não houve feridos. O grupo foi contido nesta madrugada por agentes penitenciários da unidade prisional e do Comando de Operações Especiais (Cope) da Subsecretaria de Administração Prisional. A Seds informou que o presídio instaurou um procedimento interno para apurar o que levou a reação dos presos. A unidade prisional segue em sua rotina normal. Atualmente, existem 350 detentos no Presídio de Vespasiano.