Estaleiro tem boas novidades

Ronaldinho segue o tratamento para estar à disposição para o Mundial, em dezembro

iG Minas Gerais | Thiago Nogueira |

Bruno Cantini
Otimismo. Réver já está praticamente recuperado de contusão, enquanto Ronaldinho Gaúcho, que sofreu grave lesão na coxa esquerda, surpreende até os mais otimistas
O Departamento Médico do Atlético esteve lotado nas últimas semanas e o torcedor chegou a temer pelo time que estará em campo no Mundial de Clubes, em dezembro. Mas, aos poucos, os atletas vêm se recuperando, ficando à disposição do técnico Cuca.   Para a partida contra o Náutico, no sábado, no Independência, três jogadores já passam a viver a expectativa de serem relacionados, entre eles, o zagueiro e capitão Réver. O jogador teve uma lesão óssea no pé direito e não joga há um mês. O zagueiro já fez algumas corridas no campo, mas ainda não foi liberado do departamento médico. Totalmente recuperado de uma lesão no tendão do tornozelo direito, Michel já está liberado para realizar treinamentos com bola. O zagueiro Gilberto Silva está em fase de transição. O pentacampeão teve uma ruptura do menisco do joelho direito e não joga desde o Cruzeiro e Atlético do primeiro turno do Brasileiro, em 28 de julho. Ainda sem previsão de retorno, seguem no departamento médico o argentino Dátolo, com uma lesão na panturrilha esquerda, e Ronaldinho Gaúcho, que rompeu o músculo adutor da coxa esquerda. R10 apareceu no campo na última semana para corridas leves. Ele chegou a dar os primeiros toques na bola. O lateral Richarlyson, que rompeu os ligamentos cruzados do joelho esquerdo, também está lesionado e só retorna aos campos no ano que vem. Retorno . No último sábado, contra o Botafogo, o atacante Guilherme voltou a vestir a camisa alvinegra depois de se recuperar da quarta contusão na temporada. Desta última vez, ele teve um estiramento na coxa esquerda. O jogador entrou em campo aos 16 minutos do segundo tempo e participou de algumas armações de jogadas. Cuca tem dossiê dos possíveis adversários no Mundial Não adianta. A cabeça do Atlético está no Mundial de Clubes, em dezembro. O Monterrey, time mexicano que pode ser o adversário do Galo na semifinal, não anda bem no Campeonato Mexicano. E a comissão técnica alvinegra está de olho. “A gente tem um dossiê completo das equipes, principalmente do Monterrey. Da mesma forma que somos observados, também observamos. Tudo vai ser dirigido aos jogadores e trabalhado. A parte do treinador é essa. A dos jogadores é assimilar e levar para campo no dia do jogo”, destaca o técnico Cuca. O Monterrey é apenas o 14º colocado na competição entre 18 equipes. No sábado, o Monterrey empatou em casa com o Chiapas por 1 a 1. São sete derrotas, cinco empates e apenas três vitórias. O primeiro semestre tinha sido excelente para o time mexicano. Tricampeão da Liga dos Campeões da Concacaf, a equipe garantiu presença pela terceira vez seguida no Mundial de Clubes. O Monterrey pega nas quartas de final o vencedor de Raja Casablanca, do Marrocos, e Auckland City, da Nova Zelândia. Quem vencer enfrenta o Atlético na semifinal.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave