Dúvidas dos leitores

iG Minas Gerais |

Amigos do Super Notícia , hoje voltamos a responder às dúvidas de nossos leitores. Todas elas tratam de um assunto que desperta muito interesse de vocês: a aposentadoria. 1- Boa tarde. Tenho 26 anos e três meses de carteira assinada. Posso pagar os anos que faltam para me aposentar? – Dúvida enviada por A. E. Como já tratado em colunas anteriores, a aposentadoria é um benefício previdenciário que exige o cumprimento de dois requisitos: a idade e o tempo mínimo de contribuição. Os trabalhadores urbanos têm direito à aposentadoria a partir dos 65 anos de idade, no caso dos homens), e 60 anos de idade, para as mulheres, desde que cumprida a carência exigida. Carência é o mínimo de contribuições que devem ser pagas ao INSS para que um trabalhador possa se aposentar. No caso da aposentadoria proporcional, a mulher pode se aposentar a partir dos 48 anos, desde que possua 25 anos de contribuição e que tenha cumprido o conhecido “pedágio”. O pedágio é igual a 40% do tempo que faltava em dezembro de 1998 para a pessoa atingir 25 anos de contribuição. Como a leitora não nos forneceu esse último dado, não temos como saber se o “pedágio” já foi pago. De todo modo, se a leitora já tiver essa idade e esse tempo de contribuição e se já tiver cumprido o tempo de “pedágio”, ela poderá sim se aposentar pelo sistema proporcional. 2- Minha mulher tem 50 anos de idade e 26 anos e cinco meses de contribuição. Ela poderá requerer a aposentadoria por tempo de contribuição proporcional? – Dúvida de F. A. S. M. Sabe-se que as mulheres podem se aposentar de forma proporcional depois de 25 anos de pagamento ao INSS e com 48 anos de idade, mais o pedágio (que deve ser igual a 40% do tempo que faltava em dezembro de 1998 para atingir 25 anos de contribuição). Nesse caso, se a pessoa já cumpriu esses requisitos, sua aposentadoria deverá ser concedida após a formalização do requerimento junto ao INSS. A orientação é que a pessoa procure uma agência do INSS para verificar se já cumpriu o tempo de pedágio exigido por lei. 3- Tenho 56 anos de idade e completarei, em novembro, 38 anos de contribuição à Previdência Social. Recebo um salário de R$ 1.000. Qual seria o valor da minha aposentadoria? – Dúvida enviada por V. G. S. Em relação a esse caso, podemos verificar que o leitor já cumpriu o requisito para se aposentar: o tempo de contribuição (30 anos, se mulher; 35 anos, se homem). No entanto, como possui 56 anos, possivelmente, o leitor sofrerá uma forte redução no benefício em razão da aplicação do fator previdenciário. Considerando que o salário atual informado é insuficiente para realizarmos os cálculos (precisamos calcular a média aritmética de parte dos salários-de-contribuição do leitor), não será possível indicarmos qual seria o atual valor da renda mensal inicial do eventual benefício a ser concedido. Porém, para simular o valor da aposentadoria, o leitor pode acessar o site www.previdencia.gov.br .

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave