Aloísio marca três vezes e comanda vitória do São Paulo sobre o Internacional

Atacante comprovou sua ótima fase e chegou ao sexto gol anotado nos últimos três jogos. Colorado segue desmotivado e sem reação no Brasileirão

iG Minas Gerais | agência estado |

Rubens Chiri / São Paulo
Aloísio marcou três vezes e garantiu a vitória do Tricolor sobre o Colorado
A recuperação do São Paulo no Campeonato Brasileiro continua a todo vapor. Neste domingo, com grande atuação do atacante Aloísio, autor dos três gols do time (um em posição de impedimento e outros dois em cobranças de pênalti), o clube do Morumbi derrotou o Internacional por 3 a 2, em Caxias do Sul (RS), pela 31.ª rodada, e subiu para a nona colocação, com 43 pontos. Os gaúchos, com 42, estão em décimo e reclamaram muito da arbitragem. Com a vitória no Rio Grande do Sul, o São Paulo completa sete jogos de invencibilidade. No Brasileirão, são cinco triunfos e um empate, o que fez o time deixar o risco de rebaixamento e agora até pensar em vaga na Copa Libertadores. Lugar na competição continental que também pode ser conquistada com o bi da Copa Sul-Americana. Nesta quarta-feira, no Morumbi, a equipe recebe o Atlético Nacional, da Colômbia, pela rodada de ida das quartas de final. Já o Internacional parece fadado a apenas cumprir tabela neste final de temporada. Eliminado da Copa do Brasil no meio de semana, o time gaúcho ficou distante da zona de classificação à Libertadores. Precisará de muito futebol e sorte nas últimas sete rodadas para este feito. No próximo domingo, jogará contra o Atlético Paranaense, em Joinville (SC). O jogo Pelos primeiros minutos da partida em Caxias do Sul, parecia que ela seria dominada pela forte marcação e faltas atrás de faltas. Mas um erro da arbitragem, aos 9 minutos, permitiu que o São Paulo abrisse o placar e a dinâmica do jogo mudasse. Em posição de impedimento dentro da área, Aloísio recebeu passe de Rodrigo Caio e chutou cruzado no canto direito de Muriel para fazer o seu primeiro gol. Com o gol, a partida se transformou. A marcação das duas equipes afrouxou e os ataques começaram a levar vantagem sobre as defesas. A consequência disto foram as oportunidades de gol sendo criadas a todo instante. Aos 17 minutos, Leandro Damião perdeu uma incrível, de frente para a meta de Rogério Ceni. Aos 32, o centroavante se redimiu e empatou o jogo em uma arrancada com a bola da intermediária e um bonito toque na saída do goleiro são-paulino. Pouco antes do intervalo, o São Paulo aproveitou uma chance que teve. Aos 42 minutos, João Afonso fez um pênalti desnecessário em Ademilson e Aloísio, desta vez o escolhido para fazer a cobrança ao invés de Rogério Ceni, não deu chances para Muriel ao bater no canto direito baixo. No segundo tempo, os primeiros 20 minutos foram eletrizantes. Aos 2, o Internacional conseguiu novo empate com o gol de Jorge Henrique, aproveitando falha de Rogério Ceni na pequena área. Cinco minutos depois, o mesmo Jorge Henrique cometeu um pênalti infantil em Ademilson e mais uma vez Aloísio deixou a sua marca, anotando o seu terceiro gol no jogo. A sequência da partida não deixava o torcedor respirar. Aos 12 minutos, Alex recebeu de Gabriel na intermediária e chutou forte. A bola bateu na trave esquerda do gol do São Paulo e foi para fora. Cinco minutos depois, foi a vez dos visitantes acertarem o travessão em chute de Ademilson. A partir daí, o jogo deu uma esfriada. O Internacional, precisando de pontos, foi todo ao ataque, mas esbarrou na má fase de seus atacantes e meias. E ainda foi mais uma vez prejudicado pela arbitragem, aos 32 minutos, quando Wellington derrubou Jorge Henrique na linha da grande área, mas o carioca Péricles Bassols Pegado Cortez resolveu marcar falta fora da área.