Angela Merkel pode estar sendo espionada desde 2002

Documento da Agência Nacional de Segurança diz que mandato de espionagem estava em vigor semanas antes de Barack Obama visitar Berlim em junho

iG Minas Gerais | Da redação |

Associated Press
German Chancellor and chairwoman of the Christian Democratic party, CDU, Angela Merkel, raises a finger during a news conference after a party's board meeting in Berlin, Monday, Sept. 23, 2013. German Chancellor Angela Merkel may have won an impressive third general election but she faces a delicate and lengthy task in forming a new government as party leaders met Monday to map out their next steps. Merkel's Union bloc achieved its best result in 23 years Sunday to put her on course for a third term, winning 41.5 percent of the vote and finishing only five seats short of an absolute majority in the lower house. (AP Photo/Matthias Schrader)
O celular da chanceler alemã Angela Merkel pode estar sendo monitorado pelo serviço de informações dos Estados Unidos desde 2002, segundo artigo da mais recente edição do Der Spiegel. Citando um trecho de documento da Agência Nacional de Segurança dos EUA, o artigo diz que o mandato de espionagem estava em vigor semanas antes de o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, visitar Berlim em junho.  Em 2002, Merkel era presidente do grupo de parlamentares da União Democrata Cristã e o partido irmão da Bavária, a União Social Cristã. Ela foi eleita chanceler em 2005. Nenhum porta-voz do governo alemão foi encontrado para comentar a notícia. Um representante da embaixada dos EUA na Alemanha não quis comentar a informação do Der Spiegel quando contactado por telefone.

Leia tudo sobre: Angela Merkelespionagem