Cruzeirenses esperam retranca do Criciúma e apostam na união do grupo

Para Dagoberto, equipe mineira deve permanecer junta em qualquer situação na partida deste sábado

iG Minas Gerais | DÉBORA FERREIRA |

Enquanto o Cruzeiro se prepara para fazer seu ataque voltar a ter seu poderio, o Criciúma, que tem a segunda defesa mais vazada do Brasileirão, tende a jogar na retranca para segurar o líder dentro do Mineirão. Pelo menos é o que acreditam os atletas e a comissão técnica da Raposa. “O time do Criciúma deve vir bem fechado, tem a bola aérea boa. Para jogar desse jeito tem que ter movimentação, os jogadores têm que ter liberdade para chegar ao Borges, chegar na área e depois recompor que, no futebol atual, é fundamental”, afirmou Marcelo Oliveira. Para Dagoberto, a melhor maneira de sair vitorioso no jogo deste sábado é se unir, especialmente para conseguir abrir o placar, e até mesmo quando o jogo não estiver fluindo a favor dos celestes. “É mais um jogo decisivo, que nos deixa em uma posição muito boa na competição. Temos que estar juntos, o tempo que for necessário. Se a coisa não estiver dando certo, temos que estar juntos, não podemos nos afastar por algo, é todo mundo junto em busca do gol”, disse Dagoberto. Cruzeiro e Criciúma se enfrentam neste sábado, às 18h30, no Mineirão, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Leia tudo sobre: cruzeiroraposajogocriciumauniaogrupo